De olho na 7ª arte

Jonathan Miranda é carioca, mas não gosta de praia e ama frio. Criador e gestor do portal PlayStorm, jornalista por formação, amante da 7ª arte e apavorado por estar chegando aos 30 anos.

O superestimado Tim Burton

Ao lerem o título, muitos de vocês já devem estar reclamando. Como pode falar mal de Tim Burton, diretor mega conceituado? Não só posso como vou falar mal. Tim Burton sempre foi um diretor venerado, principalmente pela galera mais “cult”. Claro que filmes como Edward Mãos de Tesoura, Beetlejuice (Os Fantasmas se Divertem), Sweeney Tood e as animações A Noiva …

Read More »

Resident Evil: a franquia maldita

Dia desses me deparei com a notícia que falava do lançamento do sexto (!!!) filme da franquia de terror (horrorosamente) adaptada do mundo dos games, Resident Evil. Com o sub título “The Final Chapter”, confesso que fiquei feliz. Óbvio que não com o lançamento, mas sim com o aparente fim dessa adaptação ultrajante de uma das séries de games mais …

Read More »

Ano novo, filmes novos (ou não)!

Mais um ano se inicia e com ele vem junto o catálogo de filmes a serem lançados. Temos desde adaptações de best sellers até continuações de séries de sucesso. Obviamente que dentre esses existem filmes que podem nos decepcionar, alguns que certamente irão e outros poucos que nos surpreenderão. O que mais me chamou a atenção nos futuros lançamentos foi …

Read More »

Remakes e Reboots

A falta de criatividade em todas as mídias de entretenimento é flagrante. Jogos, programas de tv e principalmente filmes sofrem dessa “seca” criativa há bastante tempo. Na 7ª arte, esse problema trouxe dois fenômenos recorrentes nos últimos anos: O remake e o reboot. Remake é quando pegam uma história já contada, famosa ou não, e recontam, mantendo toda a cronologia …

Read More »

Mente aberta

Na última 5ª feira, estreou em cinemas nacionais o novo longa do famoso anime “Os Cavaleiros do Zodíaco”. Intitulado “A Lenda do Santuário”, o filme é uma homenagem ao “pai” dos cavaleiros, o mundialmente famoso Masami Kurumada. No longa, pela primeira vez feito totalmente em computação gráfica, é contada a história mais famosa da série, a “Saga das 12 casas”. …

Read More »

Vampiros… Ou seriam fadas?

Já faz bastante tempo que vampiros se transformaram num sub gênero de filmes de terror. Desde o clássico e excelente Nosferatu (1922), passando por Drácula de Bram Stoker (1992) e Entrevista com Vampiro (1994) e culminando nos pré adolescentes e deturpados filmes da saga Crepúsculo. As criaturas das trevas, avessas a luz do sol e ávidas por sangue sempre permearam …

Read More »

Fora de Hollywood

Quando falamos de cinema, 99% das pessoas pensam em Hollywood. Nada mais justo, afinal, a maioria das produções vem de lá. De drama à comédia, temos toda uma sorte de filmes provenientes da “fábrica dos sonhos”, localizada em Los Angeles. Faz algum tempo que resolvi ampliar meus horizontes, voltando meus olhos principalmente para a Europa. Itália, França, Alemanha, Inglaterra… Grandes …

Read More »

Filmes de terror que são um terror

Normalmente, filme de terror desperta dois sentimentos nas pessoas: amor ou ódio. Eu, particularmente, tendo a experimentar o segundo. Mas confesso que o que tem predominado é o limiar entre um e outro, a famosa indiferença. Tento buscar na memória um filme que tenha me agradado tecnicamente. Pois, independente de ser o gênero que menos gosto, sempre confiro os lançamentos …

Read More »

Saibam a hora de parar!

Imaginem vocês um filme com uma premissa sensacional, ótimos atores em seu cast, um diretor renomado e um bom estúdio por trás. Fatalmente será um sucesso de bilheteria e, com alguma sorte e boa dose de competência, um ótimo filme. E é aí que meu inconsciente avisa: “Houston, we have a problem”. Desde os áureos tempos de Hollywood, depois de …

Read More »

Finalmente Marvel!

Eu sempre fui louco por cinema. Lembro muito bem do dia no qual minha avó me levou para assistir Bambi. Era um pequeno moleque de cinco, seis anos de idade e já me encantei com aquele universo. O tempo passou, eu cresci e fiquei bastante criterioso em relação à 7ª arte. Exageros, buracos no roteiro, erros de fotografia e atuações …

Read More »