Dia Nacional da Luta Antimanicomial: semana de comemoração com diversas ações no Rio

Em comemoração ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial (18 de maio), a Rede de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde organizou uma série de ações artístico-culturais. O evento visa promover a inclusão social e o resgate da cidadania dos usuários de saúde mental, promovendo o diálogo e dando um novo significado para a loucura na sociedade.

Neste ano, pensando em favorecer o diálogo e o olhar sobre a loucura na sociedade, o evento lança uma campanha de sensibilização da comunidade sobre a Reforma Psiquiátrica: Loucura na Roda. Os serviços de saúde mental e os profissionais da rede espalhados pela cidade oferecem atividades lúdicas e culturais como rodas de conversas, de samba, de capoeira, exibição de filmes e documentários, brincadeiras de roda e ciranda, que envolvem a troca de informação e de experiências.

As comemorações tiveram início na última quinta-feira (12) e vão se estender até o dia 22.

No dia 18, Dia da Luta Antimanicomial, dentre várias atividades que irão acontecer na cidade, haverá caminhada até o Parque Madureira com os pacientes do CAPSad Paulo da Portela, com RAP da Saúde e Saúde Carioca. No parque haverá roda de conversa e exibição de curta metragem. As atividades continuam durante todo o mês de maio para os alunos de algumas escolas municipais e estaduais da Zona Norte que receberão visitas dos profissionais de saúde mental da região com atividades lúdicas, culturais e educativas.

Programação

16 a 20/05
Panfletagem e esclarecimentos sobre a Luta Antimanicomial em Santa Cruz
Organização: CAPS Simão Bacamarte e CAPS Ad Julio Cesar

17/05 (terça-feira) das 10h às 13h
Local: Calçadão de Campo Grande
Programação: Oficina de Pintura, Ciranda com Loucos por Arte, Varal de Poesias, teatro, esquete e música, RAP da Saúde. participação RAP da Saúde
Organização: Serviços da AP 5

17/05 (terça-feira) às 14h
Local: Biblioteca C4 – Estrada da Gávea, 454 – Rocinha
Programação: Exibição de documentário dos usuários do CAPS Maria do Socorro Santos. Roda de Samba do CAPS Ad Mané Garrincha, Hip Hop e exposição de trabalhos artísticos
Organização: CAPS Maria do Socorro Santos

18/05 (quarta-feira) às 13h – Ato pelo Dia da Luta Antimanicomial
Concentração: Largo da Carioca caminhada até Cinelândia
Organização: Núcleo Estadual da Luta Antimanicomial – RJ

18/05 (quarta-feira) – exibição em dois horários: às 10h e às 14h
Espetáculo “Por Gentileza”
Lona Cultural Elza Osborne
Roda de conversa após as apresentações, com a presença do elenco, familiares e usuários dos serviços de saúde mental
Endereço: Estrada do Rio do A, 220 – Campo Grande
Convites: cbuenobrandao@gmail.com

18/05 (quarta-feira) das 9h às 13h
Programação: 9h – Concentração em frente ao CAPS AD Paulo da Portela
Café da manhã comunitário, atividade lúdica (participação dos pacientes dos CAPS, Saúde Carioca, RAP da Saúde)
10h30 – Caminhada até o Parque Madureira (com cartazes, música, esquete)
11h – Atividade no Parque Madureira – Exibição de curta metragem e roda de conversa
Organização: AP 3.3

18/05 (quarta-feira) às 9h
Programação: Café da manhã e ensaio aberto da peça Cassino do Chacrinha
Local: CAPS Ernesto Nazareth – Av Paranapuã, 435- Ilha do Governador

18/05 (quarta-feira) das 9h às 18h
Programação: Exposição de mosaico e papel machê do CAPS Ernesto Nazareth
Local: CER Leblon – Rua Mario Ribeiro, 117 – Gávea

19/05 (quinta-feira) às 14h
Local: Nave do Conhecimento – R. Santa Engrácia, s/n – Penha
Programação: Roda de conversa e oficina de artes
Organização: CAPS Fernando Diniz

19/05 (quinta-feira) às 14h
Local: Calçadão de Bangu
Programação: Apresentações culturais dos usuários dos Serviços (CAPS e Ambulatórios), Ações educativas e de Promoção de Saúde (RAP da Saúde), Aulão de educação física (Academia Carioca), Loucura Suburbana
Organização: CAP 5.1

19/05 (quinta-feira) às 10h30
Local: Botafogo – Mercado Popular de Botafogo (Próximo ao Botafogo – saída Mena Barreto)
Programação: Roda de Conversa
Organização: NIC IMPP, Cooperativa da Praia Vermelha, Papel Pinel, CAPS Maria do Socorro Santos

20/05 (sexta-feira) das 9h30 às 17h
Local: Manhã – UFRJ (Campus Praia Vermelha) em frente ao CFCH. Tarde – Auditório Leme Lopes no IPUB-UFRJ.
Programação:

Manhã: 9h30: Roda de Conversa sobre Protagonismo, Roda de música com Cancioneiros do IPUB, Roda de Samba do CAPS AD Mané Garrincha e Tá Pirando, Pirado Pirou!. Desfile de modas e feira de produtos de Geração de Renda. Oficina Tecendo Redes.

Tarde: 14h: “Esquete Somos um”. Filme “Nise – O Coração da Loucura”. Debate após o filme.

Organização: NIC-IMPP, Cooperativa da Praia Vermelha, Papel Pinel, Shoppinel, IPUB/UFRJ, CAPS Maria do Socorro Santos, CAPS Franco Basaglia, Cap 2.1, Cap 1.0, Tv Zero.

20/05 (sexta-feira) das 10h às 14h – Campeonato de Futebol da RAPS Zona Norte
Programação: Campeonato de Futebol
Local: Vila Olímpica do Encantado – R. Bento Gonçalves, 457 – Encantado
Organização: Centro de Convivência e Cultura Trilhos do Engenho EAT – Espaço Aberto ao Tempo Caps AD Raul Seixas UAA Metamorfose Ambulante

20/05 (sexta-feira) às 13h30
Local: Academia Carioca ao lado da Clínica da Família Victor Valla
Endereço: Av. Dom Hélder Câmara 1.390, Manguinhos
Programação: Roda de Conversa sobre Reforma Psiquiátrica. Exposição de fotos e exibição de filme
Organização: CAPS AD Miriam Makeba e Clínica da Família Victor Valla

21/05 (sábado) às 13h
Local: CAPS Clarice Lispector – Rua Dois de Fevereiro- 785ª – Encantado
Programação: Comemoração dos 11 anos do CAPS Clarice Lispector

22/05 (domingo) das 9h às 12h – # Faz o 22/ Ocupa Méier
Local: Rua Dias da Cruz (próximo ao Imperator) – Méier
Programação: Contação de histórias, teatro, Roda de Capoeira, Flash Mob, Apresentação do Grupo Samba Reggae “Guerreiros da Guia”, oficinas de pintura e de construção de instrumentos. Cobertura do evento: Coletivo 36.
Organização: Centro de Convivência e Cultura Trilhos do Engenho

About Portal O Rio

O Portal O Rio é um portal de notícias online e independente. Criado em julho de 2014, o site tem como objetivo informar sobre o que acontece no Rio de Janeiro.

Check Also

Cazuza Pro Dia Nascer Feliz: grátis na Fundição Progresso

Os fãs de Cazuza já podem comemorar! Neste domingo (25), às 17h, o consagrado “Cazuza …

8 comments

  1. Não tem nada pra ser comemorado ; transtorno mental é muito sofrimento. So oprtunistas tiram proveito desses intermináveis discursos de luta antimanicomial; eu já fui internafa sob mentiras porque falwi verdades à coordenadora de saúde mental de Duque de Caxias, Nilzete Costa, que gosta de festa e palrstra pra dizer que é humanitária, mas nao faz nada, só defende LOAS ilegal e usuarias do Caps a terem um ritmo de vida que as podem levar a DST.

  2. Pessoas, ACORDEM!!!Movinento antimanicomial é discurso politiqueiro . Em Duque de Caxias, palestras, assembleias e…. Caps sem Psiquiatra há dias. Se alguém surtar lá dentro, vai pro manicomio. .Uma mulher passou mal esses dias lá dentro; os funcionários riam e gritavam com ela. Essa é a administração de Dr. João Carlos e Nilzete Costa, dois espertalhões que exploram transtornados.

  3. Comemorar em cima da agonia alheia é facil. Discurso, muito discurso, e, pior, pacientes e familias acomodadas, se conformando com assistencialismo barato. Leia-se: LOAS , comida, festa junina, outras festas pontuais. E o desenvolvimento do EU? Nada, nenhum estímulo. Tudo politiqueiro.

  4. Pela descrição dos “atos” e “eventos”, até fica parecendo que há um real progresso. Contudo, essas ocasiões são pontuais. Oque há é concursados e terceirizados que, como em qualquer outro trabalho, querem ganhar aeu salário. Assim, criam nos alienados e familias a falsa ideia de que são muito bonzinho. Assim, envolvem os transtornados em lutas que são deles, concursados e terceirizados, como a questão salarial. Os transtornados e familias, por sua vez, se dão por satisfeitos com café com pão e almoço, além de LOAS, que muitos nem têm direito. Os transtornados não são estimulados no dia a dia, e acomodam-se achando que estão recebendo dádivas dos céus. Politicagem.

  5. Tem que rir né? Que resgate de cidadania? Café com pão e almoço é resgate de que? De acomodacao, festa é resgate de que? De ACOMODAÇÃO. Cadê terapia de estímulo? Jogam esmolas pros alienados agradecerem como dádivas dos céus. Coisa de cachorra, que é a coordenadora de saúde mental de Duque de Caxias, e seus puxa sacos.

  6. Dr. José Carlos e Sra. Nilzete de Araújo Ribeiro Costa. Duas aberrações; saúde mental em Caxias abandonada, e coordenada por uma mulher hipócrita e simuladora.Tratamento, estímulo, inexistem. Alimentam acomodação e alienados.Pra vocês não vale a pena o progresso terapêutico de ninguém.

  7. Inclusão social????? Como? Dando comida, festas e LOAS????? Até onde diz a Literatura Psiquiatrica e Psicológica isso não é tratamento terapêutico, ne’, sra. coordenadora de saúde mental?????

  8. Ah, esse Dr. José Carlos é um omisso na secretaria de saúde Parece até qie não entende nada e deixa os acessores e coordenadores irem remando, enganando o povo. Essa sra. Nilzete Costa brinca de ser coordenadora de saúde mental, mulher já de idade agindo como adolescente ofendida quando confrontada com verdades . Vale-se de suas técnicas psicológicas para manter a rede de sustentabilidade que construiu quando diretora do Caps. Hoje vive de passado e discursos e palestras, além de aparições em festas de “Luta anticomial”. Nada substancioso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.