Sistema FIRJAN aponta 13 ações simples para minimizar o gasto de água e energia nas empresas

Com o objetivo de melhorar a gestão de água e energia das indústrias, o Sistema FIRJAN formulou 13 ações simples que os empresários podem adotar para minimizar o gasto destes recursos. O material é apresentado no 3º Ciclo de Palestras em Gestão Ambiental para micro e pequenas empresas, que está percorrendo as Representações Regionais FIRJAN/CIRJ do estado. As ações integram a cartilha entregue no evento e disponível para download gratuito no site.

Segundo dados do Balanço Energético Nacional (BEM) de 2014, apresentado no encontro, no Brasil, cerca de 71% da energia produzida são a partir dos recursos hídricos. Já o setor industrial é o maior consumidor de energia elétrica, representando cerca de 41%. O 3º Ciclo de Palestras em Gestão Ambiental para micro e pequenas empresas, que já passou por Três Rios, Petrópolis, Volta Redonda e Nova Friburgo, foi realizado na última quarta-feira, dia 7, na Representação Regional FIRJAN/CIRJ Baixada Fluminense Área I, em Nova Iguaçu. Ainda na Baixada Fluminense, no dia 22, de 10h às 12h, o evento acontece em Duque de Caxias, na Representação Regional FIRJAN/CIRJ Área II, na Travessa Arthur Goulart, n° 124, Centro.

Conceitos e cases

As recomendações da cartilha são baseadas nos conceitos de “pegada hídrica”, que diz respeito ao volume de água que a empresa consome para produzir seus bens e serviços; e “pegada energética”, que é a quantidade de energia necessária para essa mesma produção. O objetivo dos encontros é orientar os empresários sobre a importância de economizar esses recursos para manter a viabilidade dos negócios, permitindo que a empresa seja ainda mais sustentável.

Para Carolina Zoccoli, especialista em Meio Ambiente do Sistema FIRJAN, o diferencial da apresentação é mostrar aos empresários que eles devem buscar conhecer seu consumo de água e energia, e que optar por um equipamento mais eficiente pode até ter um custo mais alto, mas em poucos meses se paga com a diferença na conta de luz. “Muitas empresas não têm controle do que consomem em água e energia. No caso das pequenas, o consumo na parte administrativa, como iluminação e refrigeração do ambiente, pode ser bem relevante com relação ao consumo geral. Por isso, ao apresentarmos dicas sobre quais áreas da empresa costumam ser intensivas em energia, o empresário percebe que investir em um equipamento mais eficiente faz muita diferença para o bolso e para o meio ambiente”, disse Zoccoli.

Em relação à água, a especialista em Meio Ambiente da Federação destaca que é um bem dotado de valor econômico e que não pode ser desperdiçado. “As empresas já têm demonstrado conhecimento sobre o uso eficiente da água, o que ressaltamos é que todos os trabalhadores precisam ser motivados a economizar este recurso. Sem educação ambiental, a empresa pode até investir em um novo processo, como o de coleta de água da chuva, mas que se não for bem controlado, pode não gerar o benefício econômico e ambiental a que se propõe” concluiu.

Foram apontadas também ações como o acompanhamento periódico do hidrômetro para evitar problema de medição ou vazamento; a preferência por equipamentos de alto rendimento que reduzem o consumo de energia; a utilização da água da chuva para atividades secundárias; e como calcular o consumo de determinado aparelho para analisar se vale investir em um produto mais eficiente.

Cases de sucesso também foram apresentados pela especialista de Negócios em Meio Ambiente do Centro de Tecnologia SENAI (CTS) Ambiental da Federação, Valéria Caramuru. O CTS realiza um diagnóstico personalizado para cada empresa, que mostra o potencial e a viabilidade técnica e econômica para melhorias em cada etapa do processo. Especialistas em meio ambiente do Sistema FIRJAN fizeram ainda uma rodada de atendimentos individuais para esclarecer dúvidas específicas dos empresários e encaminhá-los a uma solução para o problema enfrentado.

Confira abaixo as próximas datas:

19/10 – 18h às 20h – RR Noroeste Fluminense (Itaperuna);

20/10 – 18h às 20h – RR Norte Fluminense (Campos);

22/10 – 10h às 12h – RR Baixada Fluminense II (Duque de Caxias);

28/10 – 09h às 11h – RR Leste Fluminense (Niterói).

About Portal O Rio

O Portal O Rio é um portal de notícias online e independente. Criado em julho de 2014, o site tem como objetivo informar sobre o que acontece no Rio de Janeiro.

Check Also

Saúde: como a alimentação pode influenciar no envelhecimento da pele?

Essa, talvez, seja uma das grandes dúvidas das mulheres, que ainda muito mais que os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.