O fantástico mundo do e-commerce

O mundo já está vivendo uma nova realidade de compras: o e-commerce. Cada vez mais as marcas estão migrando para o mercado virtual com a expectativa de intensificar as vendas e atingir um novo público conectado. Para o comércio de produtos que vive de novidades, de rastrear os passos, desejos e hábitos do consumidor, é uma oportunidade para definir e incentivar um novo padrão de comportamento.

Segundo estudo da McKinsey & Co., na indústria de moda de luxo as vendas online representam 6% do total estimando € 14 bilhões no setor. E a expectativa é que em 10 anos esse número triplique e passe a representar 18% ou € 70 bilhões. Enquanto isso, pequenas empresas do segmento já estão de olho nessa tendência global e já começaram a correr atrás de resultados.

A experiência de vendas feita por plataforma online interessou a Baille, marca de sapatos que criou uma estratégia de vendas com foco virtual. A marca optou por investir no e-commerce e na participação em feiras e eventos de moda, deixando para trás a ideia de inaugurar um ponto físico. E os números confirmam que a estratégia está dando certo: hoje o e-commerce da marca representa 60% do faturamento e a meta para 2016 é atingir 80%. “Criamos sapatos ilustrados em um conceito de liberdade para viajar e estar em lugares diferentes e desconhecidos, então o nosso público pode estar em qualquer lugar do mundo a qualquer momento. A plataforma de vendas digital possibilita que ele encontre a gente”, afirma Lívia Renó, diretora criativa da Baille.

Outra vantagem no mercado de vendas digital é a possibilidade de rastrear cada venda efetuada. Hoje existem diversos programas e aplicativos que conseguem mapear como os clientes chegaram até a loja virtual, quais são suas preferências em produtos e até quantos cliques a pessoa fez até fechar a compra. Para a Mørk, marca carioca de moda feminina, o e-commerce também confirmou ser um ótimo investimento. Com menos de um ano a loja virtual já representa cerca de 50% do faturamento total e a expectativa é crescer mais até o final do ano. “Estamos investindo constantemente no e-commerce e na comunicação em novos canais e plataformas multimídias. Além da facilidade de compra na plataforma online, que está disponível 24 horas por dia para o cliente, conseguimos hoje estar presente em pontos que não existem loja física. Vendemos para diversas regiões do Brasil e inclusive já tivemos pedidos no exterior”, afirma Luisa Pimenta, sócia e diretora criativa da marca.

“Ter um e-commerce não é só pensar em alcance de vendas, mas entender que essa plataforma funciona como qualquer outra loja física. Os resultados só vão ser alcançados se conseguirmos entregar ao cliente uma boa experiência, facilidade, eficiência, preço competitivo e agilidade na entrega. Oferecer um serviço ruim pode colocar tudo a perder”, comenta Gustavo Franca, diretor comercial da Markers, jovem empresa carioca de design. Atualmente a empresa está investindo em uma nova plataforma de e-commerce e a expectativa é que as vendas pelo canal passem a representar 15% do faturamento total até o final do ano.

About Portal O Rio

O Portal O Rio é um portal de notícias online e independente. Criado em julho de 2014, o site tem como objetivo informar sobre o que acontece no Rio de Janeiro.

Check Also

Circuito Moda Carioca: descontos de até 70%

Realizado duas vezes por ano, sempre no período das trocas de coleções, o Circuito Moda …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.