Extintor de incêndio?

(Colaborou Vinicius Palermo)

O fim da manhã desta sexta-feira (14) foi de muito nervosismo para o consultor de vendas Bianor Pinheiro. Trafegando pela rua General Góes Monteiro, em Botafogo, no sentido Copacabana, seu veículo, um Ford Ecosport “morreu”. Ele parou o carro e o ligou novamente, mas alguns metros depois, já na avenida Carlos Peixoto, veio o susto. Começou a sair fumaça do capô do veículo. Como onde há fumaça, há fogo, Bianor não pensou duas vezes e pegou o extintor do carro (ABC) para tentar apagar o incêndio que começava. Nada feito!

O extintor comprado há vinte dias, dentro do prazo de validade e pertencente a categoria ABC, seguindo a norma estipulada pelo governo não deu conta do recado. Dois ônibus pararam e seus motoristas utilizaram os extintores dos respectivos, mas o fogo continuou consumindo o veículo.

Após trinta minutos, segundo Bianor, os bombeiros chegaram e utilizaram seus equipamentos para apagar o fogo e tentar salvar o que restou do carro, mas as chamas já tinham consumido grande parte do veículo.

Agora fica a pergunta. O extintor ABC, que se tornará obrigatório nos veículos, realmente dá conta do recado em um incêndio como este? Estamos pagando por um produto que funciona? Vamos procurar esta resposta!

 

About Portal O Rio

O Portal O Rio é um portal de notícias online e independente. Criado em julho de 2014, o site tem como objetivo informar sobre o que acontece no Rio de Janeiro.

Check Also

Batons metálicos: entre nessa moda você também

Sucesso há alguns anos, os batons metálicos voltaram com tudo! Mas, calma! Apesar de ser …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.