Capitão América: Guerra Civil e a promessa de ser o melhor filme da Marvel

Finalmente o trailer do terceiro filme do Capitão América foi exibido. Guerra Civil promete ser o ápice da Marvel no cinema, não só pelo enorme número de personagens do universo da empresa envolvidos em um só filme, mas também pelo que foi visto (e relatado por quem viu) no trailer exibido na D23 Expo.

Sendo em um evento fechado, o trailer pôde ser visto por veículos especializados e relatado nos principais sites do mundo. E o que deu pra notar é que estamos diante de um filme épico, muito maior do que qualquer coisa feita pela Marvel até agora. Desde algumas falas marcantes até a aparição do Cabeça de Teia, tudo conspira para a expectativa ser gigantesca. E, à principio, elas serão cumpridas.

A história de Guerra Civil gira em torno dos desdobramentos políticos que julgam os heróis. As autoridades querem regulamentar os heróis para que eles trabalhem de forma “conjunta” com as autoridades e tem o apoio de Tony Stark e alguns outros heróis. Do outro lado temos os contrários a essa resolução, liderados pelo Capitão Steve Rogers. E essa divergência de ideias leva a uma guerra sem precedentes, com desdobramentos que mudam por completo a história de mais de uma dezena de personagens. E o Homem Aranha tem papel fundamental nisso (e por isso a Marvel fez todo esse esforço para trazer o cabeça de teia de volta para suas mãos).

Se não bastasse todo esse cenário favorável para um filme épico, temos também a apresentação de vários personagens que ainda não tinham aparecido na grande tela, como o Pantera Negra por exemplo. E acredito que ele será uma das surpresas positivas do filme, pois é um personagem fortíssimo e com um background extremamente interessante.

Agora é aguardar o lançamento do trailer para os mortais, como nós, e ficar ainda mais ansioso para o lançamento do longa.

About De olho na 7ª arte

Jonathan Miranda é carioca, mas não gosta de praia e ama frio. Criador e gestor do portal PlayStorm, jornalista por formação, amante da 7ª arte e apavorado por estar chegando aos 30 anos.

Check Also

Surrealismo de Luis Buñuel é tema de mostra na Caixa Cultural 

A mostra Luis Buñuel – Vida e obra mostra todas as potencialidades da obra do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.