Jared Leto, Coringa e pontos para DC Comics

Novo Coringa aparece repaginado, com tatuagens e dentes metálicos (Foto: Divulgação)
Novo Coringa aparece repaginado, com tatuagens e dentes metálicos (Foto: Divulgação)

A notícia da semana passada foi (e não poderia deixar de ser) a foto vazada do ator/cantor/queridinho das moças Jared Leto caracterizado como Coringa, seu personagem no vindouro filme “Esquadrão Suicida”. O visual, um pouco diferente das outras aparições do sádico vilão de Batman nos cinemas, gerou centenas de comentários, tanto contrários como positivos. Eu particularmente gostei bastante do visual, mas vamos por partes.

Jared Leto já se mostrou um ator de primeira linha, mas não só isso. Ele é daqueles atores que gostam de papeis que desafiem não só seu talento mas também seu poder de transformação e entrega. Foi assim na fantástica atuação em “Clube de compras Dallas”, onde interpreta um travesti soro positivo. E, penso eu, foi exatamente por isso que foi escolhido e aceitou o papel de Coringa. Jack Nicholson, o eterno Coringa de Batman (1989), sempre disse o quão perigoso é interpretar o Coringa e “entrar demais” no personagem e o quão psicótico e atormentado o ator pode ficar depois de fazê-lo. Quem não lembra da frase proferida pelo mesmo assim que a notícia da morte de Heath Ledger (o Coringa da trilogia Cavaleiro das Trevas), supostamente por overdose de medicamentos, foi divulgada? “Eu o avisei” foi o que disse o veterano ator.

Sobre o visual do “novo” Coringa, eu gostei bastante. Psicótico, alucinado e completamente insano como sempre. Repaginado, é claro, visto as tatuagens e dentes metálicos. Mas se tratando de um arco de história dos quadrinhos no qual o vilão fica anos e mais anos preso, cabe algumas alterações sim. Fora que, devemos lembrar, é uma adaptação. E como o nome sugere, o interesse é manter uma mínima fidelidade com a espinha dorsal do conteúdo base e creio que o visual nada irá interferir nisso.

Por último e não menos importante, a menção honrosa para a DC Comics de trazer para o grande público uma história dos quadrinhos tão pouco conhecida por quem está fora desse universo. Um filme somente com vilões, com um cast que conta com Jared Leto, Will Smith, Margot Robbie, Cara Delevingne e Jesse Eisenberg tem tudo para ser excelente. Isso, é claro, se o Sr. Will Smith não monopolizar as atenções e der ataques de seu conhecido estrelismo.

(O filme tem data de lançamento marcada para 5 de Agosto de 2016)

About De olho na 7ª arte

Jonathan Miranda é carioca, mas não gosta de praia e ama frio. Criador e gestor do portal PlayStorm, jornalista por formação, amante da 7ª arte e apavorado por estar chegando aos 30 anos.

Check Also

Surrealismo de Luis Buñuel é tema de mostra na Caixa Cultural 

A mostra Luis Buñuel – Vida e obra mostra todas as potencialidades da obra do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.