Fernanda Raiol: “Yoga mudou minha vida positivamente”

Com quase 10 mil seguidores no Instagram, a carioca Fernanda Raiol, de 19 anos, tem arrancado suspiros e já é considerada inspiração para muita gente. Fernanda é estudante de Administração, mas sua rede social de fotos resume-se à yoga. Diariamente a carioca publica fotos em posições de yoga e vídeos mostrando, do início ao fim, a posição. De acordo com Fernanda, nas posturas seu nível é intermediário e na parte espiritual e teórica é nível básico. Mas em fevereiro ela entrou no curso de formação e disse que “está aprendendo”.

Em entrevista exclusiva ao Portal O Rio, Fernanda contou que pratica yoga pelo menos cinco vezes semana, sendo uma hora por dia, e que além da yoga pratica musculação três vezes na semana. A carioca conta também sobre os benefícios da yoga em sua vida, o motivo pelo qual criou o perfil no Instagram e até comentou o caso do surfista que morreu durante a prática de yoga no final do mês de fevereiro.

Confira a entrevista completa:

Como foi seu encontro com a yoga? Foi vontade própria, influência ou mesmo indicação de médicos ou outros profissionais?

Quando eu era pequena eu assistia um DVD de yoga que minha mãe tinha e eu adorava. Descobri, por causa desse DVD, que yoga não é só meditação, como muitos pensam. Cresci sempre fugindo da aula de Educação Física por ser péssima nos esportes. Com 17 anos resolvi entrar na academia para melhorar meu condicionamento físico, pois subir um lance de escadas já estava sendo um desafio (risos). Foi na academia que fiz minha primeira aula de yoga e me apaixonei desde a primeira aula. Isso aconteceu em abril de 2013.

Para você, quais os benefícios que a yoga te trouxe?

Raramente fico nervosa e ansiosa por muito tempo, pois aprendi a controlar meu corpo através dos exercícios respiratórios e da meditação. A minha concentração, flexibilidade, força e postura melhoraram muito. Me proporcionou um autoconhecimento e uma paz interior. Além de aliviar doenças respiratórias, dores na coluna e na cabeça, a prática também previne a osteoporose, melhora a circulação sanguínea e tonifica os músculos. Como pode ser visto, a prática traz benefícios de curto e longo prazo.

Fernanda no Parque Lage
Fernanda no Parque Lage

Conte um pouco desse teu “projeto” de fotografar “yogando” em um  cenário carioca.

Criei meu perfil no Instagram visando me motivar e motivar outras pessoas. Comecei tirando fotos em casa, com a câmera que tinha. Com o constante crescimento do perfil, vi a necessidade de mudar de ambiente para continuar motivando mais pessoas. Resolvi, então, aproveitar que nasci nessa cidade linda e tirar fotos em cenários diferentes com um fotógrafo. Quando viajo, tiro fotos em outros cenários também. No meu Instagram tem fotos em Atenas e em algumas Ilhas Gregas, em Gramado e em Canela, no Rio Grande do Sul, e em Cabo Frio, aqui no Rio. Foram os lugares que visitei nesse um ano e oito meses de existência do perfil.

O que você tem a dizer aos que estão iniciando a yoga e não conseguem  fazer a metade do que você consegue e mostra em suas fotos? (risos)

É importante lembrar que não nasci já sabendo fazer as posturas (risos). Eu já cai muitas vezes. É só não desistir. Cair faz parte do aprendizado. Como pratiquei alguns meses na academia e por causa horários conflitantes tive que passar a praticar em casa, sempre tomei muito cuidado ao praticar. Sempre usei a parede como apoio em invertidas e travesseiros na prática de equilíbrio com braços. É preciso perceber que além do esforço físico, há um trabalho mental (concentração, autoconfiança) que ajudam na prática correta. Ouço muitas pessoas falando que foram para a primeira aula de yoga, não conseguiram acompanhar as posturas e se desmotivaram. Eu gosto de yoga exatamente pelo fato de várias posturas serem desafios para mim. Se a pessoa sempre praticar, rapidamente vai conseguir realizar a postura desejada. Além disso, é importante dizer que não existe uma competição no Yoga, é um processo de auto-conhecimento, cada um tem o seu tempo, cada um tem a sua jornada na prática. Uma frase que eu gosto muito do Hermógenes é “Faça yoga para ser melhor para os outros e não melhor que os outros.”

Fernanda no Jardim Botânico
Fernanda no Jardim Botânico

Você tem algum projeto pessoal e profissional em andamento, ou no papel ainda, que relaciona-se com a yoga?

Eu tenho vontade de abrir um centro de yoga. Mas é algo que precisa ser analisado e pesquisado. Nada certo ainda. Preciso terminar a faculdade antes de pensar nisso (risos).

Há alguma posição da yoga que você prefira ou que não deixa de fazer nenhum dia?

As posturas invertidas eu faço todos os dias. A prática diária faz você ter mais facilidade, confiança e equilíbrio. As posturas me fazem muito bem e a invertida que eu mais gosto é a Padmasana em Sirsanana.

Para você e sua vida, o que é a yoga?

Yoga mudou minha vida positivamente. Com a prática você percebe a importância de saber controlar o corpo e a mente. Isso te transforma internamente e no convívio com as outras pessoas. É algo tão do bem, que contagia. Eu acredito que felicidade e paz podem ser passadas para outras pessoas. Gosto muito dessa troca de energia positiva.

Há alguma posição da yoga que você considera que resuma o que você pensa sobre a yoga?

Dwi Pada Sirsasana. Une foco, flexibilidade, força e equilíbrio.

Algumas pessoas consideram algumas posições da yoga perigosas. Nestes últimos dias morreu um surfista durante a prática da yoga (ele fraturou o pescoço). O que você pensa sobre isso?

Eu vi a notícia e acho que faltou muita informação. Precisaria saber direito o que aconteceu para ter uma opinião sobre o assunto. A maioria das pessoas que dizem que Yoga tem posturas perigosas, nunca praticaram. Acredito que a prática é um momento de autoconhecimento. Um dos princípios básicos do Yoga é a “não-violência”. Deve-se passar um pouco do seu limite, mas que isso não seja exagerado chegando ao ponto de causar dores.

Tem alguma curiosidade a dizer sobre a yoga ou que relaciona-se com ela?

As pessoas costumam criar barreiras para a prática. Dizem que não conseguem praticar por serem agitadas, por estarem acima do peso ou por não serem flexíveis. Eu sou uma pessoa muito agitada, falo muito, sou bem elétrica (risos). Mas no momento que começo a aula é o meu momento de calmaria. Se você pensar que não vai conseguir, você irá falhar. Treinar a mente para pensar positivamente é essencial. Você percebe a força do pensamento no Yoga. Não crie barreiras antes de tentar. Yoga é indicado para qualquer tipo de pessoa. Algumas posturas têm algumas restrições para grávidas, pessoas que têm hipertensão, entre outros. Mas isso não é motivo para não praticar. Claro que para ir para uma aula de yoga, você tem que estar disposto a fazer tudo que for pedido e o resto é só sentir. É maravilhoso!

*Fotos: Pedro Cabral e Marcela Amaral 

About Bianca Garcia

Co-fundadora do Portal O Rio, Bianca Garcia administra, edita e produz conteúdo para o site e para as redes sociais. Com experiência em jornal impresso e mídia social, a jornalista formada pela FACHA é também graduanda de Letras/Literatura pela UFF e pós-graduanda em Gestão Estratégica da Comunicação pelo IGEC.

Check Also

Shopping realiza aula gratuita de yoga e relaxamento

No sábado (09), o Shopping Bay Market promove evento em parceria com a organização Arte …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.