Chocolate: o vilão da páscoa?

Com a proximidade da Páscoa, muitos se questionam sobre o presente mais comum: o chocolate. Mas, os benefícios se deparam aos males que esta deliciosa lembrança de Páscoa pode oferecer. “A matéria prima do chocolate é o cacau, que é um alimento fantástico pela capacidade antioxidante e é o que possui o maior poder que conhecemos hoje”, explica o médico ortomolecular Luiz Jabbur. O grande problema do chocolate é a adição do açúcar, especialmente por causa da utilização de açúcares refinados. “Os bons chocolates são aqueles que têm um percentual de pelo menos 70% de cacau. Quando o chocolate possui um percentual elevado de cacau, ele apresenta como benefícios a ação antioxidante e cardio protetora. Oferece também, tanto para crianças como para adultos, fonte de energia para as atividades do cotidiano”, completa Jabbur.

Mas atenção, todo chocolate é muito calórico. Alguns que não apresentam uma boa quantidade de cacau costumam ter também um grande percentual de carboidratos em sua composição. Os carboidratos também são utilizados como energia pelo nosso organismo. “No entanto, o excesso de consumo de tanta caloria quanto de muito carboidrato pode provocar o ganho de peso”, ressalta o médico.

A recomendação é que se procure ingerir chocolates com a maior quantidade possível de cacau. Eles são mais caros, mas trazem benefícios reais para a saúde. O especialista ortomolecular aconselha: “Ensinem seus filhos desde crianças aprenderem a gostar do chocolate meio ou totalmente amargo. O paladar é educável e quanto antes esse hábito for apresentado mais cedo ele será assimilado”.

CHOCÓLATRAS
Existem pessoas que são viciadas em chocolates, os famosos “chocólatras”. O principal motivo para isso ocorrer é o déficit de um neurotransmissor chamado serotonina. O chocolate promove a liberação de endorfinas e serotonina no organismo, causando uma sensação de bem estar, que é viciante, sobretudo, em quem esta com esta deficiência. “Pelo mesmo motivo o chocolate é também muito procurado pelas mulheres que sofrem de TPM, pois esses neurotransmissores aliviam os sintomas característicos dessa fase”, esclarece o especialista ortomolecular.

De acordo com Jabbur, existem recursos dentro da prática ortomolecular para amenizar ou cessar essa compulsão por chocolates, que pode levar ao excesso de peso como, por exemplo, a suplementação com o 5- hidroxi-triptofano (5-HTP), um precursor da serotonina. Essa indicação pode ser feita a partir de uma consulta com o médico especializado.

About Portal O Rio

O Portal O Rio é um portal de notícias online e independente. Criado em julho de 2014, o site tem como objetivo informar sobre o que acontece no Rio de Janeiro.

Check Also

Curiosidades sobre a origem do chocolate

(Colaborou Marcela Josuá) Derivado da amêndoa fermentada e torrada do cacau, o chocolate é consumido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.