Guilherme Schwab, da banda Suricato, conversa com Portal O Rio

Após aparecer no programa SuperStar (Rede Globo) no ano passado, eles viraram os queridinhos do público. E se a música é um “Talvez”, o sucesso é certeiro! A carismática banda Suricato tem se destacado no cenário musical e conquistado um número cada vez maior de fãs. Com influências de Folk a Country, suas canções e ritmos representam a personalidade dos músicos que procuram estar atentos às novidades do mercado.

A Suricato é formada por Rodrigo Suricato (voz, violão, mala bumbo, guitarra, ukulele), Guilherme Schwab (guitarra, violão, weissenborn -violão havaiano-, didgeridoo, viola caipira, gaita, backing vocal), Raphael Romano (baixo, percussão e backing vocal) e Pompeo Pelosi (bateria e percussão). Esta é a segunda formação da banda, que existe há quatro anos.

O Portal O Rio conversou com Guilherme Schwab que falou sobre a banda, influências e participação no SuperStar. Confira!

Como surgiu a ideia de montar a Suricato?
O vocalista Rodrigo fundou a banda para que pudesse se expressar artisticamente de uma maneira completa. Não só tocando guitarra, mas por meio do canto e das composições… Todos os músicos já trabalhavam no meio musical. Cada um foi chegando de forma natural. Por exercício da profissão, todos acabam se conhecendo e tocando juntos em bandas de artistas ou em estúdio…

Eu e o Rodrigo nos conhecemos tocando na banda do Ritchie, já trocávamos ideias sobre guitarra e equipamentos e tínhamos interesses comuns. O Pompeo Pelosi tocava na banda do irmão do Rodrigo e é um amigo de bastante tempo. O Raphael Romano já era um amigo, que quase entrou na primeira formação, sempre esteve por perto e acabou entrando um tempo depois.

Como surgiu o nome Suricato?
O nome surgiu por causa do seriado “No Reino dos Suricatos”, exibido num canal de TV a cabo. Os bichos se revezam nas funções, não existe uma hierarquia definida e tudo é feito de maneira colaborativa, em conjunto. Isso chamou a atenção do Rodrigo, que batizou a banda.

Quais são as influências musicais da banda?
São muitas e variadas. Permeiam principalmente pelo Folk, Rock, Blues e Country. Mas cada integrante traz influências diferentes do que ouve e pesquisa. A pesquisa musical faz parte da personalidade dos músicos.

Como vocês definem a Suricato?
Suricato é um núcleo criativo onde os amigos chegam, se hospedam o tempo que quiserem para se expressar artisticamente.

Como foi a participação no programa Superstar?
A banda participou do programa em 2014. Foi um período de trabalho intenso, onde cada semana era preciso preparar uma música nova. Algumas composições surgiram durante o programa, outras já existiam, mas foi preciso adaptá-las ao formato do programa (aproximadamente 2 minutos por música). Foi uma oportunidade de divulgar o trabalho para um número enorme de pessoas pelo Brasil todo. Foi ótimo ver o som da banda sendo apreciado por tanta gente.

Como vocês têm lidado com o sucesso e assédio do público?
Normalmente as pessoas se aproximam para falar do som, do quanto a música é importante e transformadora em suas vidas. É gratificante ver que nossa música, feita dentro de casa, quase de maneira artesanal, pode atingir tanta gente.

Como é a rotina de shows?
A rotina é intensa. Gasta-se bastante tempo viajando para chegar aos lugares. Às vezes é preciso pegar um avião, depois um ônibus ou outra condução para chegar no lugar, passar o som, fazer o show, receber os fãs no camarim para bater papo, tirar fotos e autografar discos.

Depois disso dorme-se muito pouco ou nada para dar tempo de fazer todo caminho de volta e ainda ir para um próximo show, onde a rotina se repete. Tudo isso junto com ensaios, gravações, entrevistas e outros compromissos. É bem cansativo, mas a gente adora.

About Juliana Torres

Co-fundadora do Portal O Rio, Juliana Torres administra, edita e produz conteúdo para o site e para as redes sociais. A jornalista, que é pós-graduada em Gestão Estratégica da Comunicação, já passou por assessorias de comunicação e redações de jornais impressos.

Check Also

Nirvana: Taking Punk to the Masses no Rio de Janeiro

Os amantes da cultura grunge e da banda mais representativa deste cenário, já podem comemorar! …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.