A influência das cores

(Colaborou Marcela Josuá)

Quem nunca olhou para o azul do mar e teve a sensação de calma e equilíbrio? Ou avistou a cor amarela e lembrou-se de dinheiro? Pois é, as cores têm grande influência sobre o homem, nos componentes físico, mental e emocional, sendo capazes de estimulá-lo com diferentes sensações. Algumas evidências científicas sugerem que a luz de diversas cores, que entra pelos olhos, pode afetar diretamente o centro das emoções.

A origem de todas as cores está no vermelho, amarelo e azul. São as chamadas cores primárias, pois não se pode obtê-las com a mistura de nenhuma outra e com a mistura destas, surgem todas as outras. Do ambiente, passando pelo vestuário, publicidade e chegando até a alimentação a presença de certas cores influencia nas nossas emoções e atitudes.

Na alimentação, as cores indicam a presença de diferentes nutrientes. A vermelha, por exemplo, aponta a presença do licopeno, substância que estimula a circulação sanguínea e protege o organismo contra o câncer da próstata; o marrom assinala a existência de fibras e vitaminas do complexo Be E; o verde designa a clorofila e vitamina A.

Já no campo publicitário, as combinações das cores influenciam diretamente a reação de um possível consumidor. De acordo com os estudos do professor Modesto Farina, especializado em psicodinâmica das cores em comunicação, o azul e branco é estimulante, oferecendo uma sensação de paz para produtos e serviços que precisam demonstrar segurança e estabilidade. O vermelho e verde, por sua vez, apesar de estimulante não possui eficácia publicitária. A combinação da cor vermelha com a amarela é eficaz para alguns, mas por outro, pode indicar opressão e insatisfação.

Escolher uma cor para decorar um cômodo da casa requer bastante compreensão do que se pretende “conquistar”. Cores claras dão a impressão de aumento de espaço do ambiente e uma maior aproximação em direção ao observador, podendo limitar e consequentemente reduzir o espaço. Se desejar efeito contrário (fazer parecê-lo menor) utilize cores escuras.  Para sala de jantar e cozinha, as cores que estimulam a fome são as chamadas “quentes”, como amarelo, vermelho e laranja. Para quartos, cores “frias” são as ideais, pois passam ideiam de relaxamento. Em banheiros o indicado é utilizar clores claras para que a sujeira fique bem visível.

As cores também ditam a moda, literalmente. Para o verão de 2015, amarelo, laranja e azul celeste são as apostas de diversas grifes cariocas. Quem optar por pintar as unhas com vermelho, nude, rosa antigo, azul e a famosa francesinha estará in. De acordo com Viviane Silveira, proprietária do salão de beleza Mais Bonita, em Niterói, as clientes têm optado por esmaltes claros, pois esses são “a cara do verão”.  “Azul claro, branco e laranja são os mais pedidos”, diz ela. No quesito cabelos, as loiras estão com tudo. “Além de iluminar o visual, dá um ar sofisticado à aparência”, comenta Viviane.

Cores são transformadoras. Capazes de mudar o humor, o dia e o astral. E você, já escolheu a sua?

About Portal O Rio

O Portal O Rio é um portal de notícias online e independente. Criado em julho de 2014, o site tem como objetivo informar sobre o que acontece no Rio de Janeiro.

Check Also

As novas cores do Rio

Cidade maravilhosa, capital dos esportes, cidade olímpica… Já são tantos codinomes! Mas sempre cabe mais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.