Novos ventos em Paquetá

(Por Olivia Kerhsbaumer)

Implantar um projeto novo, seja ele qual for, requer muita força de vontade, visão e conhecimento. Foi com essas aptidões que Gabriel Praça conseguiu desenvolver e inaugurar, no início do ano de 2013, a Paquetá Wind, escola de vela que funciona na Ilha de Paquetá, bairro localizado na Zona Central do Rio de Janeiro.

O jovem, de apenas 24 anos, iniciou a vida marítima aos 11 e aos 15 já ministrava aulas em clubes náuticos e treinava para regatas e campeonatos. Gabriel não restringe o esporte a uma simples prática. “Acredito também que o vínculo com o mar, além do contexto esportivo, se faz bastante como um modo e filosofia de vida”, disse o professor de Windsurf.

A partir dessa paixão pelo contexto marítimo e pela Ilha de Paquetá, local onde Gabriel nasceu, surgiu a ideia de repassar esses valores e buscar novos atletas para a categoria Windsurf no Brasil. “O esporte sempre esteve muito presente na minha vida, em um primeiro momento como atleta e depois como professor. Foi fundamental na minha formação como pessoa com toda base moral e valores que adquiri. Por isso vejo no esporte não só uma ferramenta de inclusão social, mas também uma formação fundamental do indivíduo em si e perante à sociedade”, completou.

Quando questionado sobre a escolha da Ilha de Paquetá para a criação da escola de vela, Gabriel respondeu: “Sempre enxerguei na Ilha bastante potencial para abrigar um centro de treinamento de esportes náuticos. Os jovens moradores têm, por natureza, aptidão para qualquer que seja a modalidade esportiva, porém não contam com incentivos e nem atividades acessíveis”. Ele também ressaltou que a inclusão desses jovens no mundo esportivo diminui as chances dos mesmos serem atraídos para a criminalidade e para as drogas.

Com um projeto totalmente inovador, Gabriel busca, com a Paquetá Wind, resgatar a cultura náutica da Ilha de Paquetá e promover a inclusão de novos velejadores ao universo do esporte. “Desde a sua inauguração, a Paquetá Wind prezou pelo seu papel social perante a comunidade de Paquetá, oferecendo vagas para alunos da escola pública que tinham como interesse a formação desportiva, incluindo palestras sobre meio ambiente e reparo em embarcações”, explicou. Sendo assim, o crescimento progressivo da escola, permite a inclusão de novos alunos carentes e capacitados para a prática esportiva.

Apesar de trazer benefícios pessoais para moradores e atrair turistas para Paquetá, a escola ainda não tem nenhum tipo de patrocínio governamental ou privado. Para o fundador, a realidade ainda é difícil: “As maiores dificuldades são a reposição de material e a remuneração dos instrutores, o que por vez limita a escola em ampliar a questão social a um número maior de crianças. Contudo é um projeto que, mesmo com um tempo de existência relativamente curto, a Ilha de Paquetá recebeu muito bem, se identificou e apoiou”. Embora ainda tenha grande dificuldade, Gabriel diz que sua maior satisfação com a escola é saber que a pessoa que pratica Windsurf demonstra prazer na atividade e, além disso, incorpora os valores e a disciplina transmitidos através das aulas.

Com um projeto visionário, ele elabora suas perspectivas para o futuro da escola de vela: “A ideia é que a escola se torne um grande centro de treinamento de iatismo no Rio de Janeiro e colabore para o cenário do esporte na nossa cidade e, assim, sediarmos eventos e competições”. Além disso, Gabriel enaltece a importância da manutenção do papel social e idealiza um projeto que possa abranger um número muito maior de jovens capacitados para serem grandes atletas.

Atualmente, a escola possui 30 alunos que praticam aulas às terças, quintas, sábados e domingos. O professor diz que o aprendizado é rápido e seguro e que um aluno iniciante já é capaz de realizar sua primeira velejada em apenas uma hora. Para maiores informações basta acessar a página do Facebook da Paquetá Wind.

*Foto Capa: Reprodução Facebook/PaquetáWind

 

About Portal O Rio

O Portal O Rio é um portal de notícias online e independente. Criado em julho de 2014, o site tem como objetivo informar sobre o que acontece no Rio de Janeiro.

Check Also

… para curtir a Ilha de Paquetá com R$ 40?

Aproveitando a proximidade dos feriados da semana que vai iniciar, a equipe do Portal O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.